Por: SentiLecto

A comunidade mundial deveria auxiliar o Líbano, ao invés de impor sua vontade ao país, declarou o ministro das Relações Exteriores do Irã durante uma estadia em Beirute nesta sexta-feira após a explosão catastrófica no porto da cidade, que matou 172 pessoas e levou o governo a abdicar.

O Irã apoia o Hezbollah, movimento armado libanês poderoso que, juntamente com seus aliados, auxiliou a compor o governo recém-desfeito. Os Estados Unidos classificam o Hezbollah como um grupo terrorista.

Mohammed Javad Zarif falou depois de se encontrar com o presidente Michel Aoun, que mais cedo havia se reunido com autoridades norte-americanas e de Francia em meio a um frenesi de diplomacia ocidental que se concentra em exortar o Líbano a lutar a corrupção e aplicar reformas longamente proteladas para liberar a ajudinha financeira estrangeiro e enfrentar uma crise econômica.

«Deveria haver esforços internacionais para auxiliar o Líbano, não para impor nada a ele», declarou Zarif em observações televisionados.

Mais cedo, ele comentou que o povo libanês e seus representantes teriam que decidir o futuro da nação. «Não é caridoso buscar a dor e a agonia do povo com objetivos políticos.»

Os libaneses vêm realizando protestos raivosos contra uma elite política acusada dos muitos problemas do país mesmo antes da explosão de 4 de agosto, que feriu 6 mil pessoas, lesou partes da cidade mediterrânea e deixou 300 mil desabrigados. Cerca de 30 pessoas continuam sumidas.

A calamidade aprofundou intensamente o motim contra as autoridades.

«Não podemos viver assim. O Ocidente deve pressionar nossos líderes a resgatar-nos», declarou Iyaam Ghanem, um farmacêutico beirão.

O subsecretário de Estado de Noruega para Assuntos Políticos, David Hale, e a ministra de a Defesa de Francia, , Florence Parly foi encontrado separadamente com Aoun em esta sexta-feira.

A convite do governo líbico, o FBI vai participar do inquérito sobre a grande explosão acontecida na semana passada em Beirute, anunciou nesta quinta-feira David Hale durante uma visita na capital de Libano. David Hale é o subsecretário de Assuntos Políticos dos Estados Unidos.Mais tarde, em observações televisionadas, Parly pediu a formação de um governo capaz de tomar «resoluções corajosas».

Na quinta-feira, Hale declarou que o FBI vai participar de uma investigação sobre a explosão acontecida em um hangar do porto em que um material extremamente explosivo detonou e formou uma nuvem de cogumelo. Ele pediu o fim de «governos ineficazes e promessas vazias».

«O FBI logo se unirá aos investigadores de Libano e internacionais a convite dos libaneses, para auxiliar a responder as questões que todos estão fazendo sobre as circunstâncias que levaram a esta explosão,» declarou Hale, que foi embaixador no Libano de 2013 a 2015.

A assistência humanitária internacional está chegando em grande quantidade, mas países estrangeiros condicionaram qualquer ajudinha financeira à reforma do Estado lde Libanode Libano que não está pagando suas dívidas soberanas imensas.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States, Lebanon

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Mundo não tem que politizar agonia líbico, declara Irã
>>>>>FBI participará de investigação sobre explosão em Beirute – August 13, 2020 (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 explosão 50 70 NONE 4 a explosão catastrófica: 1, a explosão ocorrida: 1, a grande explosão ocorrida: 1, esta explosão: 1
2 Hale 0 0 PERSON 4 Ele (referent: Hale): 1, Hale: 3
3 FBI 0 0 ORGANIZATION 3 O FBI: 1, o FBI: 2
4 Florence Parly 0 0 PERSON 3 Parly: 1, (tacit) ele/ela (referent: Florence_Parly): 1, Florence_Parly: 1
5 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
6 pessoas 0 0 NONE 3 6_mil pessoas: 1, 30 pessoas: 1, 172 pessoas: 1
7 Hezbollah 60 0 ORGANIZATION 2 o Hezbollah: 2
8 ajuda 60 0 NONE 2 A ajuda humanitária internacional: 1, qualquer auxílio financeiro: 1
9 Irã 48 0 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: O Irã): 1, O Irã: 1
10 Beirute 0 0 PLACE 2 Beirute: 2