Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Instagram collage with 15 different filters

A professora Monique Medeiros da Costa e Silva e seu namorado, o médico e vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho , contrataram equipes de profissionais especializados em redes sociais para abastecer um perfil em uma rede social e instituir um site dedicado a publicar as versões dos dois sobre a morte do filho dela. O perfil no Instagram foi aberto com o nome do menino e, na caracterização, há a informação de que o objetivo é “elucidar a verdade” sobre a apuração acerca do caso. Faz 1 mês, Henry Borel Medeiros, de 4 anos, faleceu de 8 de março.

Na última semana, uma página com o nome do menino foi aberta no Instagram. Faz 11 dias, se postaram fotografias de Monique de quinta. Com as imagens, havia mensagens como: “Eu já perdi o que tinha de mais importante na minha vida. Estou nos braços de Deus”, “Você é o melhor filho que uma mãe poderia ter. Teve a melhor família que poderia ter. Você só conheceu a afeição” e “São em tempos de incerteza que a nossa fé se fortalece”. Todas as publicações, no entanto, Faz 5 dias, se as apagaram por volta de 15h30 de a última.

«Sr. síndico, mais uma vez o habitante X. lesou o meu veículo. Ele amassou a placa dianteira, a placa traseira, colocou lixo na roda traseira esquerda do veículo. Além disso, o veículo, que acabou de sair da lanternagem, apareceu com um arranhão do lado esquerdo com aparência proposital, feito com uma chave ou metal. Vale evidenciar que o porteiro chamou a atenção dele, pois o porteiro viu X. agachado por alguns minutos próximo ao mencionado veículo», declara a mensagem escrita pela assaltante.»Venho por meio desta colocar o que ocorreu dentro da minha casa. Uma sra. bastante , ela não saía do lugar. Eu pedi para ela, por favor, sair, mas ela colocou o seu corpo bem no meio da porta, me deu um empurrão e cuspiu na minha cara. Depois, levou ele para o pátio. Uma prima acompanhou tudo e viu tudo. Isso tudo porque ele encheu o pneu do carro dela com lixo e amassou as placas do carro. Nada disso justifica o que ela fez. Ele é autista, com laudo e medicamento», escreveu a mãe após padecer as agressões.— Espero que a polícia faça o trabalho dela. Não é fácil para um pai saber que se matou o filho de essa maneira. Estou vivendo um inferno. Não consigo dormir nem trabalhar.— Espero que a polícia faça o trabalho dela. Não é fácil para um pai saber que matou-se o filho de essa maneira. Estou vivendo um inferno. Não consigo dormir nem trabalhar.

Na quarta-feira 31 de março a professora Monique Medeiros da Costa e Silva e o médico e vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho , irão participar, às 14h desta quinta-feira, dia 1º de abril, de uma reprodução simulada no apartamento onde m moravamcom Henry Borel Medeiros, de 4 anos. A mãe e o padrasto do menino irão exibi aos peritos do Instituto Médico Legal e do Instituto de Criminalística Carlos Éboli e aos de Polinesia Francesa da 16ª DP a versão deles sobre o que ocorreu no último dia 8 de março, quando, às 3h30, a criança deu entrada morta no Hospital Barra D’Or.

Monique de Araújo Alfradique é uma atriz, apresentadora e produtora de Brasil.

Faz 1 dia, quatro novos posts foram feitos, em a manhã de esta terça-feira, dia 6. Neles, havia vídeos com os relatos de quatro supostas testemunhas. Com as facezinhas cobertas, eles rebatem as denúncias de agressões feitas por uma ex-namorada de Jairinho em testemunho prestado na 16ª DP , na investigação que apura a morte de Henry. Além de um homem que se declara amigo do parlamentar, três mulheres que trabalham com ele exibem outra versão para o relato da cabeleireira. Eles declaram que a moça “se apaixonou” pelo vereador enquanto ele era casado e “perturbou” a sua vida e da sua ex-mulher, a dentista Ana Carolina Ferreira Netto.

Em entrevista ao EXTRA, a cabeleireira relatou que fora atacada por ele, que a perseguiu após o término do relacionamento. Ainda que sua filha relatou ter, ela contou apanhado e até tido a cabeça afundada em uma piscina por Jairinho. O caso está sendo investigado em outra investigação, aberto na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima .

Até o fim da manhã desta terça, as quatro publicações feitas no perfil Henry Borel Medeiros tinham cerca de 500 observações, sendo a grande maioria deles críticas a Monique e a Jairinho. “É um perfil de Instagram que vai elucidar a verdade? Com esses testemunhos que não desejam declarar absolutamente nada?”, provocou uma mulher. Muitos dos internautas utilizam a hashtag #justiçaporhenryborel.

Instagram é uma rede social online de compartilhamento de fotografias e vídeos entre seus usuários, que permite aplicar filtros digitais e compartilhá-os em uma variedade de serviços de redes sociais, como Facebook, Twitter, Tumblr e Flickr.

Procurado pelo EXTRA, o advogado informou que instituíram-se as redes para exibi informações importantes sobre o caso Henry, seguidas de denúncias absurdas e infundadas”.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Dr. Jairinho e mãe de Henry instituem perfil em rede social e site para falar sobre inquérito do caso
>>>>>Caso autista agredido: vizinha cuspiu e empurrou mãe de jovem após reclamar de carro danificado – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Caso Henry: pai diz não ter dúvida de envolvimento do Dr. Jarinho e disse querer ser ouvido de novo pela polícia – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Caso Henry: pai diz não ter dúvida de envolvimento do Dr. Jairinho e disse querer ser ouvido de novo pela polícia – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 60 NONE 15 Eu: 2, (tacit) eu: 12, me: 1
2 filho 200 0 NONE 4 o melhor filho: 2, o filho: 2
3 Instagram 0 0 ORGANIZATION 4 o Instagram: 2, Instagram: 1, (tacit) ele/ela (referent: Instagram): 1
4 Henry Borel Medeiros 0 70 PERSON 3 Henry_Borel_Medeiros de 4 anos: 2, o perfil Henry_Borel_Medeiros: 1
5 a moça 0 0 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: a moça): 2, Ela (referent: a moça): 1
6 inquérito 0 0 NONE 3 outro inquérito: 1, o inquérito: 2
7 lixo 0 190 NONE 2 lixo: 2
8 X. 0 40 PERSON 2 o morador X.: 1, X. agachado: 1
9 saber 140 34 NONE 2 saber: 2
10 família 200 0 NONE 2 a melhor família: 2