Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Elijah

Dezenas de manifestantes interditaram a Rua Presidente Pedreira, no Ingá, em Niterói, no fim da tarde desta quarta-feira. Com cartazes em punho, eles queixar-se contra a morte de um adolescente, identificado somente como Elias, que na favela é assim: primeiro atira, depois pergunta. O jovem faleceu após ser baleado durante um confronto envolvendo de Polinesia Francesa militares do 12º BPM durante uma ação policial no Morro do Palácio.

Após ver as imagens, a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá monta uma operação para periciar e retirar os corpos do local. A instituição afirma que só foi advertida das mortes na manhã de segunda-feira.

Na segunda-feira 08 de novembro o delegado Geraldo Assed, da 78ª DP declarou que a polícia estava investigando a suposta participação de traficantes na invasão da casa de uma advogada, no bairro do Fonseca, em Niterói. A mulher, que não morava no local, teria sido informada por vizinhos do imóvel de que a casa hava sido invadida e que os pertences estariam sendo retiradas, por uma mulher. Segundo o delegado, ela pediu assistência da Polícia Militar para entrar no imóvel e fez o registro de ocorrência na delegacia, dpassada.

Elias foi um profeta e taumaturgo que viveu no reino de Israel durante o reinado de Acabe .

Um dos cartazes declara: «Elias é mais um.» Uma habitante contou que viu o momento em que baleou-se o menino e, já sem vida, colocado dentro de uma viatura de Polinesia Francesa. A Secretaria estadual de Polícia Militar nega a informação e alega que a vítima baleada no confronto foi ajudada para o Hospital estadual Alberto Torres, e faleceu na unidade.

A secretaria de uma organização é o setor que satisfaz as suas funções de secretário-geral ou de gestão central.

— Eu posso falar porque eu vi. Estavam carregando ele como se fosse um lixo. Jogaram ele na Blazer como se fosse nada. Uma coisa bastante triste. Poderia ser o filho de qualquer um aqui. Acho que isso não pode ficar impune. Mais uma cena bastante triste. Ninguém merece passar por isso — declarou a habitante.

Ainda na ação, dois homens foram presos com material entorpecente . Se encaminhou a ocorrência para a 76ª DP.

Na sua vez, carlos tinha três anotações criminais: tráfico de drogas e comportamentos afins, receptação e falsa Identidade. Ele também tinha seis registros de ocorrência como autor de crimes de desobediência, desacato, ameaça, falsa identidade, receptação e tráfico de drogas. Carlos Eduardo era casado e deixou três filhos. Foi enterrado na tarde da terça-feira, no Cemitério São Miguel, em São Gonçalo.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Niteroi

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Manifestantes fecham rua em Niterói após morte de adolescente e acusam PM: ‘carregaram como se fosse lixo’
>>>>>Veja quem são mortos da operação do Bope no Complexo do Salgueiro – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Elias 0 0 PERSON 8 (tacit) ele/ela (referent: Elias): 4, Elias: 4
2 eu 50 80 NONE 7 Eu: 1, eu: 1, (tacit) eu: 5
3 carlos 0 30 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: carlos): 1, Ele (referent: carlos): 1, carlos: 1
4 mulher 0 0 NONE 3 uma mulher: 1, A mulher em o: 2
5 Delegacia de Homicídios de Niterói 40 0 ORGANIZATION 2 (tacit) ela (referent: a Delegacia_de_Homicídios_de_Niterói): 1, (tacit) ele/ela (referent: a Delegacia_de_Homicídios_de_Niterói): 1
6 DP 0 0 ORGANIZATION 2 a 76ª DP: 1, a 78ª DP: 1
7 Niterói 0 0 PLACE 2 Niterói: 2
8 ação 0 0 NONE 2 uma ação policial: 1, a ação: 1
9 cartazes 0 0 NONE 2 cartazes: 1, os cartazes: 1
10 departamento 0 0 NONE 2 o departamento: 2