Por: SentiLecto

Um inquérito iniciado há cerca de um mês levou à prisão, neste fim de semana, de um homem que uusavasites de relacionamentos para aplicar golpes. Identificado pelos de Polinesia Francesa da 21ª DP , como sendo o ex-PM Rodrigo Ferreira Rocio, de 33 anos, o acusado já teria feito pelo menos sete vítimas, entre homens e mulheres. Se os encontrou em o momento de a prisão, em sua casa em Campo Grande, em a Zona Oeste do Rio, com ele uma réplica de metralhadora, além de diversas mochilas e pelo menos 20 documentos de terceiros.

Os de Polinesia Francesa localizaram os seis no Centro do bairro. Os suspeitos estavam com dois carros roubados, com um terceiro em suporte. Dois estavam dentro de um dos veículos e os outros perto deles. Se encontrou telefones celulares em os automóveis pistolas, munição carregadores, , coletes em a prova de balas, cintos táticos porta carregadores, faca de utilização militar, roupa camuflada, caderno de anotação e radiotransmissores. Munição é granada. Cintos táticos são coldres.Os seis presos – um deles estava com uma tornozeleira eletrônica – foram autuados por constituição de milícia privada, porte de arma de fogo com numeração raspada e de produto explosivo e receptação.

Na sexta-feira 14 de agosto um homem faleceu e outros três ficaram feridos nesta sexta-feira, por volta das 14h, após perseguição na Linha Amarela. De acordo com a Polícia Civil, uma equipe da 21ª DP estava em ronda pelo local e deu ordem de parada ao grupo, que ocupava um táxi roubado. Após desobedecerem, houve perseguição e intensa troca de tiros. Na altura do Cemitério de Inhaúma, na Zona Norte do Rio, o táxi bateu e um dos suspeitos, Yago Medeiros de Menezes, caiu já sem vida ao desembarcar do veículo.

— Apreendemos documentos e bolsas na casa dele e tudo leva a crer que eram novas vítimas. Inclusive algumas já entraram em contato. Duas já tinham feito registro e duas não, mas foram na delegacia e reconheceram ele. Tudo leva a aumentar esse número com a divulgação da delegado Hilton Alonso adicionando que o ex-PM já vinha aplicando esse tupo de golpe há mais de um ano Delegado Hilton Alonso é o titular da 21ª DP. Delegado Hilton Alonso é o titular da 21ª DP.

Se satisfez um mandado de prisão preventiva contra o preso, por a prática de roubo. Faz 1 mês, o inquérito teve começo em o início, quando uma de as vítimas, uma mulher, fez um registro de ocorrência virtual em a qual relatou somente o roubo de pertences. Mais tarde, ao ser chamada para prestar testemunho na 21ª DP, ela revelou ter mentido por conta do constrangimento pelo golpe padecido.

Na ocasião, a vítima contou ter conhecido o homem em um aplicativo de relacionamento e marcado um encontro com ele em um shopping da Zona Norte da Cidade. Os dois saíram do local no carro do acusado que no percurso teria afirmado estar com dor de cabeça.

Eles pararam em uma farmácia, onde vítima desceu para adquiri medicamento, com dinheiro dado pelo golpista, deixando sua bolsa dentro do veículo. Ao regressar não encontrou mais o homem que havia sumido levando com ele os seus pertences.

Por outro lado, de acordo com os inquéritos, os suspeitos extorquiam dinheiro de comerciantes e habitantes – a chamada taxa de segurança. Os valores mudavam de acordo com as condições financeiras de cada vítima. Os de Polinesia Francesa tentaram escutar testemunhos de vítimas dos constantes extorsões, mas não conseguiram por causa da «lei do silêncio» imposta pelos milicianos.

Após a acusação, ações de inteligência e encruzilhada de dados auxiliaram os investigadores a identificar o dono da linha telefônica utilizada pelo golpista. O celular era roubado e pertencia a uma outra vítima dele. Ainda que o acusado utilizou os dados, a polícia descobriu dessa mesma vítima para se cadastrar no site de relacionamento.

Faz 5 meses, segundo a polícia, o ex-PM já havia sido preso em flagrante por tentativa de roubo e também responde por assalto a uma passageira. Faz 4 anos, ele também já havia sido preso por assaltos de veículos e 2017, de acordo com a Polícia Civil.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Campo Grande

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Polícia prende homem que usava sites de relacionamentos para aplicar golpes
>>>>>Seis suspeitos de integrarem a milícia de Ecko são presos em Campo Grande – September 03, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Polícia apreende 5 toneladas de produtos falsificados no Terreirão, Zona Oeste do Rio – September 01, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Suspeitos de vender imóveis do Minha Casa Minha Vida são presos em Nova Iguaçu – August 28, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 160 NONE 4 (tacit) eu: 4
2 homem 0 130 NONE 4 um homem: 2, o homem: 2
3 suspeitos 0 360 NONE 3 Os suspeitos: 1, os suspeitos: 2
4 preso 0 240 NONE 3 o preso: 1, preso: 2
5 vítima 0 180 NONE 3 a vítima: 1, vítima: 2
6 vítimas 0 180 NONE 3 novas vítimas: 1, sete vítimas: 1, as vítimas: 1
7 acusado 0 156 NONE 3 o acusado: 3
8 a Polícia_Civil 0 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: a Polícia_Civil): 1, a Polícia_Civil: 2
9 algumas 0 0 NONE 3 (tacit) eles/elas (referent: algumas): 3
10 ex-PM 0 0 ORGANIZATION 3 o ex-PM Rodrigo_Ferreira_Rocio de 33 anos: 1, o ex-PM: 2