Por: SentiLecto

O de Polinesia Francesade Polinesia Francesa civil André Leonardo de Mello Frias, de 48 anos, que faleceu ao levar um tiro na cabeça durante operação no Jacarezinho, recebeu homenagem dos colegas nesta sexta-feira no Jardim da Saudade, em Jardim Sulacap, Zona Oeste do Rio. Pelo menos 500 pessoas, entre amigos, policiais e parentes, acompanharam o funeral. Um helicóptero da Polícia Civil sobrevoou o cemitério e despejou pétalas sobre o túmulo. Um menino de dez anos, enteado do de Polinesia Francesa assassinado, acompanhou o cortejo no carro fúnebre que trouxe o corpo para túmulo. Muito emocionado, ele chorou o tempo todo enquanto utilizava a camisa da corporação que pertencia ao padrasto. Antes do corpo ser sepultado, ele retirou a camisa e, chorando, a colocou sobre o caixão.

— Eu te amo pai — declarou , em meio a lágrimas.

Antes do funeral, dezenas de viaturas da Polícia Civil acompanharam o comboio até o local do funeral do agente.

Num discurso feito à beira daostúmulodo pde Polinesia Francesacivil André Frias, de 48 anos, o secretário de Polícia Civil Allan Turnowski ddeclarou nesta sexta-feira, que a operação que deixou 25 mortos na Favela do Jacarezinho — 24 suspeitos e um policial, a mais lfatalda história do Rio — foi feita com atuação técnica e com maturidade. Turnowski, que saiu sem dar entrevista, declarou em seu pronunciamento que os traficantes , nesta quinta-feira, não atiraram para escapar e sim para matar. Ele também revelou que a inteligência da corporação confirmou que 24 mortos eram criminosos.

— Para quem conhece de operação um pouquinho, só um pouquinho ele atira para escapar. Um pouquinho é o traficante. Faz 1 dia, eles atiravam para guardar posição, atiravam para matar, para confrontar, ontem. Eles não correram. O que a Polícia Civil mostrou ontem foi técnica, foi maturidade, foi profissionalismo de mostrar a sociedade que aquele traficante que invadiu a casa de uma habitante, ele é opositor de toda sociedade. Porque pode invadir sua casa na Zona Sul, na Zona Norte, na Zona Oeste. E o último obstáculo eram vocês . E vocês fizeram a missão de vocês. A inteligência já confirmou todos os mortos como traficantes. Dezenove com folhas corridas até agora — declarou o secretário.

Há nove anos na Polícia Civil, o inspetor André Leonardo de Mello Frias, de 48 anos, foi um dos 25 mortos durante a operação na favela do Jacarezinho na manhã de ontem. Faz 1 dia, ele foi único identificado em a noite.Quando deixava o veículo blindado, chamado de caveirão, se baleou o agente , para remover uma de as barricadas — feitas com pedaços de trilhos retirados de a linha férrea e concretados em latões — de uma de as vielas de a favela. Baleado na cabeça, o inspetor chegou a ser levado para o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu.

De acordo com o MetrôRio, «dois clientes ficaram feridos, na altura da estação de Triagem, após o vidro de uma das composições aparentemente ser atingido por projétil vindo da área externa». A concessionária informa que os dois foram imediatamente atendidos e que «o caso ainda está em apuração e novas informações serão passadas para o jornalismo». A Linha 2 chegou ter a operação suspendida mas informou o MetrôRio, se a recomeçou já .

Carnificina no Jacarezinho

André era lotado na Delegacia de Combate às Drogas , unidade que tem como atribuição investigar as quadrilhas de traficantes no Estado do Rio. Feriu-se o inspetor logo em o começo de a operação. Ao lado do agente, estava o delegado de policia Marcus Amin que se o atingiu por pouco também não . Marcus Amin é titular da Dcod. Segundo os investigadores, o tiro que atingiu o de Polinesia Francesa partiu de um criminoso que estava em uma laje na favela. Os colegas descrevem o de Polinesia Francesa como um agente com perfil operacional que gostava de participar de ações de a polícia , que gostava de participar de ações da polícia, e que tinha amplo conhecimento sobre armas de fogo.

Ação Policial: Para experts, faltaram planejamento e inteligência da polícia em operação que deixou 25 mortos no Jacarezinho

O inspetor André Frias era casado e tinha um enteado de 10 anos. Filho único, ele deixa a mãe, acamada há três anos por causa de um Acidente Vascular Cerebral . O pai do de Polinesia Francesa já morreu. Lotou-se Frias já em a Coordenadoria de Recursos Especiais e em a Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas e estava em a Dcod desde o fim de o ano passado.

Resultado: Polícia Civil apreendeu seis fuzis, pistolas e munição anti-tanque no Jacarezinho

Faz 4 anos, em a DRFC, André participou de o inquérito de Polinesia Francesade Polinesia Francesa que redundou em a apreensão de 60 fuzis em o Aeroporto Internacional Tom Jobim, em a Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de junho de 2017. O armamento tinha sido trazido de Miami, nos Estados Unidos, para o Rio.

As armas de combate dos modelos AK-47, G3 e AR-10 estavam escondidas em um carregamento de aquecedores de piscina no terminal de cargas da Receita Federal. Em 2018, pelo então deputado Flávio Bolsonaro para receber, uma moção de louvor e congratulações, de a Alerj, se o mencionou por a atuação.

Segundo a Polícia Civil, a família do de Polinesia Francesade Polinesia Francesa está recebendo assistência da secretaria. “A Sepol se solidariza com amigos e familiares, e sente bastante a dor pela morte do inspetor que teve uma trajetória ilibada na instituição, sendo contemplado e respeitado por todos. Ele homenageou o ofício que amava e vai deixar saudade. Mas também deixa o sentimento de que o trabalho não pode parar”, declarou nota da Polícia Civil.

Reações: MP abrirá inquérito independente sobre operação no Jacarezinho; Comissão dos Direitos Humanos da Câmara deseja explicações

Faz 1 dia, Delegado Allan Turnowski postou em seu Instagram uma mensagem de afliçãozinha por a morte de o de Polinesia Francesa. Delegado Allan Turnowski é o secretário de Polícia Civil do Rio. Ele em sua rede social escreveu: “Vamos homenagear o guerreiro, cuidando de sua família e continuar defendendo a sociedade».

Uma pessoa no Twitter escreveu: «Dois baleados, um na facezinha outro na barriga, na estação de Triagem».Uma pessoa no Twitter escreveu: «Dois baleados, um na facezinha outro na barriga, na estação de Triagem».Uma pessoa no Twitter escreveu: «Dois baleados, um na facezinha outro na barriga, na estação de Triagem».

Sepultará-se o de Polinesia Francesa hoje, em as 15h30, em o cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, em a Zona Oeste do Rio.O velório está calculado para iniciar às 9h.

Faz 4 anos, em a favela de o Jacarezinho, o de Polinesia Francesa civil de a Core Bruno Guimarães Bühler, de 36 anos, conhecido como Bruno Xingu, também faleceu após ter sido baleado em a comunidade, em 2017. Se o atingiu assim como Frias, quando desembarcava de um blindado. Xingu era atirador de elite da Core.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: United States

Cities: Miami

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Sepulta-se agente morto carnificina do Jacarezinho : durante operação com homenagens
>>>>>Três policiais civis são baleados e dois passageiros do metrô ficam feridos em manhã de tiroteio no Jacarezinho – May 06, 2021 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Policial civil é baleado e passageiros do metrô são feridos na estação de Triagem em manhã de tiroteio no Jacarezinho – May 06, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Suspeito morre baleado após furtar peças de veículos em estacionamento de delegacia, em Inhaúma – May 04, 2021 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Policial civil morre, outros dois são baleados e passageiros do metrô ficam feridos em manhã de tiroteio no Jacarezinho – May 06, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 André Leonardo de Mello Frias 0 140 PERSON 9 Ele (referent: o inspetor André_Leonardo_de_Mello_Frias de 48 anos): 1, O policial civil André_Leonardo_de_Mello_Frias de 48 anos: 2, André: 1, Frias: 2, (tacit) ele/ela (referent: Frias): 1, André era lotado em a Delegacia_de_Combate em as Drogas unidade: 1, o inspetor André_Leonardo_de_Mello_Frias de 48 anos: 1
2 operação 0 0 NONE 7 operação: 4, a operação: 3
3 eu 45 0 NONE 6 (tacit) eu: 5, Eu: 1
4 mortos 0 510 NONE 5 25 mortos: 2, todos os mortos como traficantes: 1, os 25 mortos: 1, 24 mortos: 1
5 Allan Turnowski 80 0 PERSON 5 ele (referent: delegado Allan_Turnowski): 1, delegado Allan_Turnowski (apposition: O secretário de Polícia_Civil_do_Rio): 1, Turnowski: 2, Ele (referent: Turnowski): 1
6 policial 0 70 NONE 4 o policial assassinado: 1, O policial: 2, o policial: 1
7 a Polícia_Civil 0 0 PERSON 4 Polícia_Civil: 1, a Polícia_Civil: 3
8 inspetor 60 0 NONE 3 o inspetor: 2, O inspetor: 1
9 a estação de triagem 0 0 NONE 3 a estação de Triagem: 3
10 barriga 0 0 NONE 3 a barriga: 3