Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Viviane Vieira do Amaral Arronenzi

O engenheiro Paulo José Arronenzi, de 52 anos a juíza Viviane Vieira do Amaral, de 45, não aceitou a resolução dela de se separar. O engenheiro Paulo José Arronenzi, de 52 anos é preso pelo homicídio de sua ex-mulher. Faz 3 meses, após ela decidir sair de casa, Paulo José encheu malas com roupas de a mulher e de as três filhas de o casal, com idades de 7 a 9 anos, em o dia 14 de setembro, e as lançou por cima da grade do edifício para onde Viviane se mudou, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Gravou-se a cena, e o vídeo, entregue na Delegacia de Homicídios por parentes da juíza.

Viviane Vieira do Amaral Arronenzi integrava a magistratura há 15 anos. Atualmente, trabalhava na 24ª Vara Cível da Capital. Antes, atuou na 16ª Vara de Fazenda Pública.

Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, juíza de direito do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, aos 45 anos de idade assassinada na facadas pelo ex-marido, o engenheiro civil, Paulo José Arronenzi, de 52 anos, no dia 24 de dezembro de 2020, véspera do natal.

As imagens, obtidas com exclusividade pelo EXTRA, também mostram Paulo José abrindo outra mala com roupas e jogando todo o conteúdo na calçada. Ele também chamou de «safado» um funcionário do edifício que filmou a cena. Na ocasião, Viviane foi à 77ª DP e aafirmouque o ex-marido também a empurrou para forçar a entrar no local. Depois da cena, Viviane, assustada, pediu ao Tribunal de Justiça do Rio que disponibilizasse uma escolta que pudesse acompanhá-la. Um mês antes do crime, ela dispensou a escolta.

O juiz Felipe Gonçalves demonstrou a repulsa da entidade e dele, na condição de colega, ao crime que ele definiu como brutal. O juiz Felipe Gonçalves é o presidente da Amaerj. Poucas horas após o homicídio de Viviane, o juiz revela que telefonou para o secretário da Polícia Civil, o delegado Allan Turnowski, e cobrou rigor no caso.

Três meses depois da separação, na véspera de Natal, o engenheiro matou a ex-mulher com 16 facadas na frente das filhas. Ele foi preso em flagrante logo depois do crime. O Ministério Público Em esta quarta-feira , o engenheiro delatou ele em a Justiça que determinou o bloqueio de R , $ 640 mil encontrados em contas bancárias de o engenheiro Paulo Arronenzi , por o homicídio de sua ex-mulher.De acordo com a acusação , o inconformismo estimulou o crime de o acusado com o término de o relacionamento , especialmente por as consequências financeiras de o fim de o casamento em a vida de o engenheiro.

Após saber que uma equipe da Guarda Municipal já havia prendido o engenheiro, a testemunha levou as três crianças para o restaurante. No local, os parentes foram acionados para salvar as meninas, com idades entre 7 e 9 anos. Nesta sexta-feira, o homicida teve a prisão convertida em preventiva.A juíza Renata Gil Alcantara Videira, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros , presente ao velório, alegou que a morte de Viviane foi devastadora. Faz 6 meses, a entidade que ela preside arremessou uma campanha, junto com Conselho Nacional de Justiça de guerrazinha, em a violência contra a mulher, SinalVermelho «. A iniciativa propõe que as mulheres delatem com um “X vermelho nas mãos”, silenciosamente, o assaltante.

Reação: MP do Rio delata ex-marido por homicídio de juíza na véspera de Natal

O MP também pediu a Justiça que o engenheiro seja condenado ao pagamento de indenização pelos prejuízos materiais e morais provocados à família da vítima, em valor a ser apurado no curso do processo. A acusação vai ser analisada pela 3ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio. O objetivo da resolução, tomada pelo juiz João Guilherme Chaves Rosas Filho no último sábado, durante o plantão judiciário, é impedir que o dinheiro possa ser enviado para o exterior: o autor do feminicídio tem cidadania de Italia e, mesmo preso, teria condições de fazer transferências por meio de terceiros. O valor passa a ficar disponível para o sustento das três filhas do casal, que estão com a avó materna.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Niteroi, Natal

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Vídeo: após juíza assassinada decidir se separar, ex-marido jogou suas roupas na rua
>>>>>Corpo de juíza morta a facadas pelo ex-marido na véspera de Natal será cremado neste sábado – December 26, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Juíza é morta a facadas pelo marido na frente das filhas na véspera de Natal, na Barra – December 24, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Juíza é morta a facadas pelo ex-marido na frente das filhas na véspera de Natal, na Barra – December 24, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ex-marido que matou juíza é transferido para presídio após ficar em silêncio na delegacia – December 25, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Juíza morta pelo ex-marido na Barra atendeu pedido da filha pequena para que dispensasse escolta – December 25, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>Filhas de juíza assassinada pelo ex-marido foram socorridas por testemunhas, que temiam que crianças também fossem mortas – December 26, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>Parentes e amigos se despedem da juíza Viviane Arronenzi em velório – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Viviane Vieira do Amaral 83 70 PERSON 9 ela (referent: a juíza Viviane_Vieira_do_Amaral de 45): 1, Viviane: 2, Viviane_Vieira_do_Amaral_Arronenzi juíza de direito de o Tribunal_de_Justiça_do_Estado_do_Rio de Janeiro a os 45 anos de idade assassinada em a facadas por o ex-marido o engenheiro civil Paulo_José_Arronenzi de 52 anos em o dia_24_de_dezembro_de_2020 véspera de o natal: 1, a juíza Viviane_Vieira_do_Amaral de 45: 1, Viviane_Vieira_do_Amaral_Arronenzi: 1, a (referent: Viviane): 1, (tacit) ele/ela (referent: Viviane_Vieira_do_Amaral_Arronenzi): 2
2 Paulo Arronenzi 0 50 PERSON 7 (tacit) ele/ela (referent: Paulo_José): 3, Ele (referent: Paulo_José): 1, Paulo_José: 2, O engenheiro Paulo_José_Arronenzi de 52 anos (apposition: preso): 1
3 crime 0 320 NONE 4 o crime: 4
4 engenheiro 0 50 NONE 4 o engenheiro: 4
5 a Justiça 0 0 OTHER 3 a Justiça: 3
6 escolta 0 0 NONE 3 uma escolta: 2, a escolta: 1
7 preso 0 160 NONE 2 preso: 2
8 o assassinato de sua ex-mulher 0 140 NONE 2 o assassinato de sua ex-mulher: 2
9 Felipe Gonçalves 0 50 PERSON 2 o juiz Felipe_Gonçalves (apposition: O presidente de a Amaerj): 1, ele (referent: o juiz Felipe_Gonçalves): 1
10 valor 150 0 NONE 2 O valor: 1, valor: 1